• De forma a ajudar a fábrica de carne de bovino em Fresno, na Califórnia, a reduzir a utilização de energia da rede pública, a Cargill associa-se à Tesla para instalar um sistema de baterias de 1 megawatt de armazenamento de eletricidade para ser utilizada durante as horas de pico da fábrica.
  • As inovadoras baterias fornecem 25% da energia total necessária à fábrica de Fresno, tendo sido projetadas para poupar à Cargill mais de 100 mil USD em custos anuais de eletricidade.

Poupança de energia com a Tesla


A Cargill vê uma oportunidade de redução da utilização de energia e dos custos através da incorporação de tecnologia de uma inovadora empresa de veículos elétricos.

A grande fábrica de processamento de carne da Cargill, em Fresno, na Califórnia, é líder em sustentabilidade entre as operações de carne na América do Norte. Jon Nash, o diretor da fábrica, e a sua equipa de mil colaboradores operam uma das instalações de processamento de carne mais amigas do ambiente nos Estados Unidos, mantendo uma pegada incrivelmente pequena enquanto produzem mais de 110 mil toneladas de carne de bovino por ano. Os sistemas de captação de energia solar e de recuperação de gás metano da fábrica oferecem meios renováveis para aquecer água, o que permite higienizar a fábrica e equipamento para fins de segurança alimentar de forma sustentável. Apesar das conquistas passadas ao nível da sustentabilidade, a equipa da fábrica de Fresno continua empenhada em fazer ainda mais.

A equipa Cargill contactou a Tesla, uma empresa de veículos elétricos revolucionária, com sede na Califórnia, para colaborar numa iniciativa única. Em conjunto com a Pacific Gas & Electric, um prestador de serviços de utilidade pública, a Tesla e a Cargill instalaram um sistema de baterias de 1 megawatt — a mesma tecnologia utilizada nos veículos não poluentes da Tesla — na fábrica de processamento de carne de bovino. Durante as horas de vazio, as baterias armazenam eletricidade que será utilizada nas horas de pico — quando as taxas de eletricidade são mais elevadas. Foi uma ideia inovadora: pegar na tecnologia de ponta das baterias elétricas e aplicá-la a um ambiente industrial de grande escala. Com a sua instalação na primeira metade de 2015, a Cargill tornou-se numa das primeiras empresas a implementar a tecnologia na sua fábrica.

"O sistema de armazenamento de energia da Tesla é outro exemplo da nossa vontade de implementar novos e diferentes conceitos de redução da nossa pegada ambiental", afirmou Nash. "Compreendemos que, apesar de produzirmos proteínas nutritivas para milhões de pessoas na Costa Oeste, é importante que também o façamos de forma responsável."

Em Fresno, as baterias TeslaTM fornecem atualmente cerca de 25% da eletricidade necessária à fábrica e prevê-se que permitirão à fábrica poupar 100 mil USD por ano. Olhando para o futuro, a Cargill acredita que será possível aplicar esta tecnologia a mais fábricas de outros dos seus negócios, reduzindo o impacto ambiental da empresa em países de todo o mundo.